Tamanho da letra
Normal Médio Grande
Facebook Partilhar e divulgar
Enviar por email
Imprimir Página
Início > Notícias e Eventos > Petição internacional: tratamento para todos

Escreva à Organização Mundial de Saúde e ajude quem, no Mundo, ainda não tem acesso a tratamentos para a Esclerose Múltipla (EM).

 

WHO Logo c300-624x624

 

No mundo, existem países onde os doentes com Esclerose Múltipla não têm acesso adequado a tratamentos. Por essa razão, a Federação Internacional de Esclerose Múltipla (MSIF), em conjunto com vários especialistas internacionais, endereçou à Organização Mundial de Saúde um pedido para adicionar três fármacos para tratamento da EM na “Lista de Medicamentos Essenciais” publicada pela instituição.

 

“Acreditamos firmemente que, num mundo ideal, todas as pessoas com EM devem ter acesso a todas as possibilidade de tratamento modificadores da doença (DMT’s) aprovados”, esclarece a MISF no documento da petição endereçado à OMS.

 

Os três medicamentos propostos são o acetato de glatirâmero, o Fingolimod e o Ocrelizumab, considerados prioritários com base nos seus perfis de eficácia, segurança, tolerabilidade, necessidade de monitorização e modo de administração.

 

Os medicamentos propostos foram selecionados com base em amplos dados clínicos e pós-venda, que suportam o seu uso nos diversos estágios da doença em indivíduos diagnosticados com EM, incluindo tratamentos considerados seguros durante a gravidez e assegurando o tratamento à população com EM primária progressiva.

 

“Esta candidatura de três DMT’s baseia-se na esperança de reconhecer que a EM tem uma necessidade não satisfeita em termos de tratamento e aumentar o número de países com acesso razoável ao tratamento, quando esses tratamentos não estão prontamente disponíveis”, acrescenta a organização que representa mais de 2,5 milhões de doentes em todo o mundo.

 

Este é um passo importante para melhorar o acesso ao tratamento de Esclerose Múltipla. A petição está disponível no sítio da Organização Mundial de Saúde e as cartas de apoio à iniciativa podem ser enviadas para Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 

Pedimos a colaboração de todos. O movimento internacional de apoio à doença espera que a Comissão de Especialistas da OMS aprove esta iniciativa e que os três fármacos façam parte da lista de medicamentos essenciais ainda este ano. Prevê-se que o resultado da petição seja conhecido durante o mês de junho.

 

A Lista de Medicamentos Essenciais foi criada em 1977 e designa os fármacos que devem estar disponíveis em todo o mundo, de forma a garantir os adequados cuidados de saúde às populações. Atualmente está em vigor a 20ªversão da listagem, publicada em março de 2017.

 

Leia aqui, na íntegra, a candidatura da MSIF endereçada à Organização Mundial de Saúde.

Designed by Exadorma
Alojamento gentilmente cedido por PHNEUTRO